Arquivo de Outubro, 2011

Pessoal de Bandeirantes (PR), dia 07 temos um encontro ai. Vamo nessa!

Anúncios

STAND UP ON THE ROAD

Gosto muito de fazer stand up, principalmente por viajar muito. Este mês em especial tive o prazer de estar com pessoas muito legais. No domingo estive em Barra Bonita (SP) a  convite do Kiko da Kill Eventos. A apresentaçao foi muito boa, tivemos uma pequena perda de publico em razao da chuva, mas as pessoas que lá estiveram se divertiram muito e juntos mantivemos o show lá em cima. Na segunda feira foi a vez de Ibaiti (PR), o show foi pra semana da FEATI, sob o comando da Renata Tardelli, professores e alunos. O show foi du caraho, 500 pessoas lotaram o Ipe Clube e participaram ativamente do show que se estendeu por uma hora e meia. Em ambas cidades meu filho Mateus (5 anos) foi comigo e apresentou um pequeno número que fazemos aqui em casa, piadas que peguei dos shows de Alvarenga e Ranchinho e circos. Fiquei super orgulhoso, claro.

E agora estou me preparando pra voar para Ilheus, na Bahia, onde realizo dois shows.

TIREM AS MÃOS DOS MEUS FILHOS!

O Congresso Nacional, que é um exemplo de disciplina, equilíbrio e decência, quer votar uma lei para proibir a publicidade infantil na tv. Na cabeça destas pessoas o cidadão brasileiro é um retardado que não consegue criar seus filhos e precisa do estado enchendo o saco, dizendo o que pode e o que não pode… daqui a pouco teremos procedimentos para troca de fraldas fiscalizado pelo IBAMA e ANVISA, teremos o cardápio vigiado e conferido pela CONAB e Ministério da Agricultura… mamadeiras serão apreendidas pela policia federal, fraldas serão mostradas em tribunais por algum rábula politicamente correto espumando a boca e pedindo cadeeeeeiaaaa!

Eu cresci vendo tv, e o pior, era pobre, e nem por isto tive problemas em discernir o que eu podia e o que não podia ter. Meus filhos veem tv, vêem propagandas mas são ensinados em casa sobre o que precisam e o que podem ter. Simples. Mas alguns burrocratas acham que sem eles nossa vida será um inferno e nossos filhos serao doidos, rebeldes, invadirão a Ri Happy armados com seus relógios do Ben10:

_me passe o Mc Steel senão arranco a cabeça da Barbie!!!!

Estes caras não conseguem cuidar do próprio rabo e querem vir dizer o que o MEU filho pode ou não ver. Que tal eles se preocuparem com a possibilidade de meu filho ver motoristas bêbados matando pessoas e saindo impunes, juízes ladrões putos porque foram chamados de bandidos, senadores ladroes enriquecendo e vivendo a sagrada vida que só o Maranhão pode proporcionar, que tal evitar que meu filho veja Ministros roubando uma grana preta e sendo substituído por outros larápios?

Pessoas assim devem ter um serio problema que minha sábia avó chamava de “falta do que fazer”… esta deputada, a senhora Maria do Carmo Lara, deveria, já que legislar não parece ser sua praia, passar mais tempo com seus filhos, desligar a tv e dar uma geral na cozinha.

HUMOR 100 LIMITE

Nunca se falou tanto em humor, nunca houve tantos humoristas espalhados pelo Brasil. Chegou a nossa vez. Mas como toda “revolução”, a do humor tambem enfrenta atropelos, humoristas nao são ainda uma categoria organizada, chegaram a fazer uma modesta e localizada manifestação em prol da liberdade e foi só. Humorista é bicho arredio, timido.

Hoje os jornais estampam a caça ao comediante Rafinha Bastos, enteriormente foi Ben Ludmer (agredido no palco do teatro Folha), Danilo Gentili foi obrigado a retratar-se por uma bobagem, eu estou sendo processado pelo secretario de cultura de Londrina alem de ter meu livro proibido nas escolas publicas da cidade. Estão de olho no humor.

Para falar sobre o humor, captar este momento e enteder o que esta nova geração quer alem de fazer rir, comecei o projeto HUMOR 100 LIMITE, que, como o próprio nome indica, pretende entrevistar 100 artistas ligados ao humor e todos eles, alem de outras coisas, responderão a pergunta: humor tem limite?

O primeiro da lista foi o humorista Rodrigo Cáceres que conheci nos bastidores do programa Domingão do Faustão.

Escolhi o Espaço Parlapatões para as entrevistas por considerar o espaço uma espécie de bunker, de resistência e abrigo do humor inteligente, sofisticado, ousado, do humor que aponta seu dedo, nariz e sapatos para a bunda do rei. O Parlapatões foi, é e continará sendo o berço do humor sem limite.

As proximas edições do HUMOR 100 LIMITE pretende ouvir Marcio Ribeiro, Agnes Zuliane e Fabio Silveste.